quinta-feira, 13 de outubro de 2011

São Francisco do Sul - FORTE 12/10/11 (Mais um especial do Cassiba....)

Bem, nada melhor que um feriadinho no meio da semana para reunir velhos amigos
do Pedal(Geovane), e fazermos aquele passeio no bosque e assim recarregarmos as baterias.
Não era bem isso que havíamos planejado, mas aceitamos a ideia até porque no meu caso
já era um antigo objetivo ir até a praia do Forte e subir aquele morrinho para contemplar
a exuberante vista; e quando o Manecão sugeriu retornarmos pelo “inferninho” até a 101
 pensei: Fechou... era disto que eu precisava.

Nosso passeio começou conforme o combinado pontualmente as 6:00h da manhã
enfrente ao Salão do Vera Cruz, quando cheguei meus parceiros estavam na expectativa que
eu não viria e desta forma poderiam voltar para casa aproveitando aquele dia para dormir
ou descansar. Mas que falta de adrenalina nas veias, claro que eu estaria alí conforme o
combinado, a vontade de realizar essa aventura era imensa. Ok, partimos em direção ao nosso
objetivo talvez não na velocidade que gostaríamos, mas isso pra mim não importava muito,
meu objetivo dessa vez era curtir o pedal e relaxar sem muitas cobranças; haja vista que
estamos umas duas semanas ou mais sem pedalar.



Tudo ia bem até o Geovani sofre um acidente bem feio,o acostamento estava cheio de soja molhada
 e quando nosso parceiro resolveu subir o ressalto que divide o acostamento
da estrada, o pneu escorregou e a queda foi inevitável. _Nossa que susto! Presencie tudo sem
poder ajudar. Mas ele foi gigante e apesar de algumas escoriações e do lado psicológico
estar abalado, ele continuou como um guerreiro ou quem sabe um aventureiro que possui um
objetivo a cumprir, e em momento algum pensou em desistir. Sabemos bem como são essas
quedas, tanto Eu como o Manecão já sofremos do mesmo mal.

A chegada ao Forte foi memorável: _Bah! Adoro aquele lugar. Apesar de ser um antigo
forte militar ele passa uma sensação de paz, que até da vontade de ficar alguns dias por lá.
Antes que eu esqueça, a entrada custa míseros 02 pilas, que serão muito bem recompensados
pela vista que posteriormente irão contemplar. Batidas as devidas fotos, artísticas ou não,
e após uma breve refeição; se é que se possa chamar um pacote de bolacha recheada de
refeição é chegada a hora de partir, o restante da viajem nos aguarda.










O retorno começou a mil, após uma calibragem dos pneus a bike parecia voar e voltei
a fazer parte da primeira fila. O comboio deslizava pelo tapete negro de asfalto, deixando
para trás os trevos de São Francisco do Sul, o Canal do Linguado e a entrada da Barra do Sul.
E a cada instante ficávamos mais próximos da entrada do “inferninho”, onde com certeza
teríamos a maior provação de nossa aventura; pedalar no arreião nos estado de estafa que
nos encontrávamos seria realmente uma prova muita dura. Quando chegamos a estrada era
calçada em seu inicio, onde até pensamos que teríamos um passeio agradável por aquele
caminho. Enganos nosso, em poucos quilômetros já observamos a areia e daí em diante não
tivemos como escapar, as pedaladas ficaram cada vez mais pensadas exigindo de nós o resto
de nossas forças.








Realmente foi a parte mais difícil, mas conseguimos chegar ao fim, e de agora por
diante era só continuar pela 101 até chegarmos em nossa tão amada Jlle, você sempre
vai pensar dessa forma quando já não tiver agua; desidrato e muito cansado. A chegada
aconteceu as 13:22h com cravados 160,85km percorridos no velocímetro e sem pernas mais.
Como todos são SENHORES DO SEU TEMPO, penso que o nosso foi muito bem aproveitado nesse
feriado, e como sugestão de filme dessa semana fica Hurricane, com Denzel Washington
é bem velhinho, mas quem ainda não teve oportunidade de assistir não perca mais tempo
hahaha... aquele abraço... aqui é o Cassiba Jr. Ah! E nosso cronograma segue atrasado né Manecão !!!

3 comentários:

  1. Cassiba, o cronograma das atividades esta atrasado mas não vai deixar de ser cumprido.Um feriado é pouco para nós!
    Foi um ótimo passeio no bosque, e melhor ainda a companhia e o espirito de equipe entre nós! (Cassiba, Geovane e Manéca). AQUELE ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  2. Danyelle Zucolotto16 de outubro de 2011 20:04

    Nem sei o que dizer a respeito de tudo que li nesta postagem!!! Na verdade descobri várias coisas nela: que o Cassiba também é um ótimo cronista, assim como o Geovane um herói e o meu irmão Manecão um guerreiro, pois soube esperar e nunca desistiu de reuní-los novamante para grandes Aventuras!!! Quanto a sua sugestão de filme, não poderia ser melhor, nele o Bob Dylan aparece muito pouco, mas ele lutou muito para que Hurricane fosse solto e a música composta para ele pelo Bob Dylan é uma das mais longa que temos na história, além de ser lindíssima sua tradução!! Ahh, meu filho chama-se Dylan, por conta do Bob Dylan... Finalizo este comentário com uma frase que acredito ser a tradução desta equipe: "Amigos são aqueles que desafiaram a genética para fazerem parte da nossa família" Sejam felizes!!! Um beijão a todos...

    ResponderExcluir
  3. CYNTHIA CASSIA BEHNCKE5 de novembro de 2011 17:44

    Pessoas

    Vocês acreditariam se eu disser que não conheço o FORTE?
    Um lugar tão especial quanto o Cassiano falou, tão próximo da gente,
    que existe desde 1909.
    Parabéns ao Geovane pela empreitada que se mostrou arriscada, mas que teve final feliz.

    SUCESSO !!!

    Cynthia Cassia Behncke

    ResponderExcluir