domingo, 30 de outubro de 2011

BARRA DO SUL 30/10/11 (OBJETIVO CUMPRIDO)

Estamos em uma nova fase do ciclismo, vinhamos das longas distancias somente em asfalto para retornar as origens em pequenas expedições por estradas de terra e areia.
Fazia poucos meses que vinha planejando a travessia da BR101 até Barra do Sul por entre Eucaliptos e Pinheiros. Na semana passada eu e o Cassi fizemos a 1° tentativa, porém sem sucesso. Não costumo desistir tão fácil das coisas que quero fazer e como sempre digo "Se não vai pela esquerda, vai pela direita".
Durante a semana planejei melhor e decidi fazer ao contrário iniciando pela Barra do Sul, pois teria mais chance de encontrar o local certo da saída na BR alguns kilometros antes do pedágio.
 Então vamos ao que interessa: Quando acordei olhei pela janela e vi algumas estrelas e quando começou amanhecer as montanhas estavam limpas sem nuvens. Iria mesmo com chuva, e parti da minha casa às 6:10h.

Cheguei na Barra do Sul e antes da Lagoa entrei a direita para começar a baixaria em uma estrada de terra que logo virou areião. Na medida que penetrava mata adentro a estrada ia estreitando em várias poças de lama e ia passando por várias porteiras abertas. Neste momento minha adrenalina estava a mil.



Andei por 8 km e deparei-me com uma grande porteira  fechada de propriedade da Tupy. Não sabia o que fazer então para não cometer nenhum delito, resolvi dar meia volta e retornar frustrado por não poder continuar.


 Porém quando pedalei por 2 km encontrei um Nativo tocando gado e perguntei sobre a estrada, é como diz o Cassiba "Em qualquer lugar, por mais isolado e inóspito que seja, sempre vai ter uma casinha!". O senhor foi muito gentil e desenhou um mapa no chão com a foice, e apesar de não entender nada, ele falou que poderia cruzar as terras da Tupy e continuar nas terras da Comfloresta e que só deveria abrir e fechar a grande ponteira e depois passar por um alagado e não dobrar em nenhuma bifurcação.
Então fiz meia volta novamente e voltei os 2Km, atravessei a porteira e a trilha foi ficando encoberta pelas grandes árvores de pinheiros. Em seguida começou os alagados. Deveria chamar de Pântano, pois acho que nem Jipe 4x4 consegue passar ali.






Foram quase 5 kilometros empurrando, erguendo e afundando com bike e tudo no lôdo. Só pensava em chegar ao final daquela tortura e que não precisasse voltar tudo aquilo de novo. outra grande preocupação era o céu que começava a fechar com nuvens escuras.
Felizmente cheguei na saída do atoleiro e no ponto em que semana passada eu e o Cassi seguimos erroneamente. Pedalei mais um pouco e logo estava na BR 101, o total de estradão foram 20 kilometros.





Pedalei o mais rápido que podia para chegar em casa antes do almoço. Depois que passei o trevo de Jaraguá, entrou um pequeníssimo arame e furou o pneu dianteiro. Parei, sentei e troquei a câmara e continuei. Quando estava bem pertinho de casa, resolvi inovar e subir e descer as trilhas de motos no meio do mato. Ali terminei de enlamassar a bike, mas foi muito legal.





Cheguei em casa às 11:10h e deu tempo para lavar a bicicleta e claro, um banho quente e demorado antes do almoço.
Foram 82 Km de pura diversão, só não foi melhor porque o Cassiba não tava lá!
Deixo mais este registro desta minha breve passagem por este mundo em mais um Perfect Day.
AQUELE ABRAÇO!!!

2 comentários:

  1. Cynthia Cassia Behncke4 de novembro de 2011 21:10

    Gentem,

    Tenho de admitir que achei toda a aventura relatada acima, uma verdadeira loucura, não pela aventura em si (trilhas, porteiras abertas e fechadas, pantanos, etc...), mas sim por ter sido realizada apenas pelo meu querido, amado e estimado "irmãozinho caçula", que eu teimo tanto em querer proteger, e que se os filhos não são dos pais, imagine se os irmãos serão dos irmãos... entretanto, duvido que alguém lendo o que ele enfrentou, não tenha sentido o sangue correr mais rápido nas veias e teve vontade de estar junto nesta empreitada?

    Parabéns pelo sucesso e que Deus te proteja sempre, para que você possa ir atrás dos teus desafios/desejos/sonhos/objetivos e volte sempre inteiro e uma pessoa ainda melhor para toda a tua família.

    Te adoro, como diria o nosso sobrinho Dylan, e você sabe o que isto quer dizer!

    Cynthia Cassia Behncke

    ResponderExcluir
  2. boa tarde!!!

    Achei show de bola seu relato da trilha, temos que trocar umas ideias. você mora no floresta pois estas fotos da final eu conheço.

    meu msn: arqueiro.jlle@hotmail.com

    Abraços

    ResponderExcluir