sábado, 20 de abril de 2013

RIO MANSO AO CONTRARIO - 20/04/13

Para esse ano temos grandes objetivos para cumprir de Bike. Então não podemos perder tempo e decidimos durante a semana este passeio que consiste em: Joinville/Serra da Duas Mamas/Schroeder/Santa Luzia/Serra do Rio Manso/Campo Alegre/Joinville.
Também só saiu dos planos para a prática com o empurrãozinho que o Marcelo lá empresa deu, desafiando o Cabelo para fazer esse temido roteiro.
Eu fiz esse passeio em 21/05/2011 sozinho, pois ainda não conhecia os loucos do Deivi e Jeferson e jurei para mim mesmo que não faria nunca mais! http://natividadeaventurasjoinville.blogspot.com.br/2011/05/rio-manso-ao-contrario-210511.html
O ponto de encontro era lá no final do Vila Nova no posto de gasolina com saída pontualmente às 4:30h. Com a Equipe reunida, zarpamos rumo a missão e sabe, "Missão dada é missão cumprida!" A noite estava linda com o céu estrelado sem uma única nuvem e fazia um pouco de frio.


Pensei que iria amanhecer logo e levei apenas uma lanterna "furreba"... Na Rodovia do arroz fui na claridade do Cabelo e para subir a Serra da Duas Mamas também. Porém percebi que realmente precisava de uma boa iluminação na descida, visto que ainda estava escuro e é muito perigosa de terra, buracos, muita pedra solta e principalmente com grande declive. Então grudei na traseira do Deivi e descemos frenéticamente com a adrenalina a mil.


Logo estavamos em Schroeder e quando estavamos chegando em Santa Luzia começou amanhecer, nos revelando a grande muralha de pedras que iriamos contornar para alcançar o topo da estrada do Rio Manso.



A subida da Serra em estrada de chão batido foi divertida e consideravelmente rápida, e quando chegamos no topo na última gruta das Chagas de Cristo, paramos para fazer o 1º lanche. Nisso o Jefo aproveitou e agarrou o matinho para tirar o peso desnecessario do corpo.








Depois continuamos subindo e descendo (mais subindo) passando por lindos lugares onde como sempre digo, parece que pararão no tempo, lugares com belezas singulares que jamais veremos em qualquer outra parte do mundo. Isso me deixa entusiasmado e muito animado para continuar pedalando porque já queria saber quem teve essa Maravilhosa Idéia. Mais subidas pela frente e quando vimos nos deparamos com a famosa placa e as Minas de Caulim.













Logo estavamos em Campo Alegre e paramos na Prefeitura para as tradicionais fotos também. O cronograma estava sendo cumprido e ainda eram 10:30h da manhã. Saimos de Campo Alegre e vencemos as grandes subidas, chegando no Portal da cidade onde paramos para a segunda refeição.





Depois do descanço de aproximadamente 20 minutos continuamos pedalando estrada afora e como eu sempre digo também,  de Campo Alegre para cá não é só descida como as pessoas pensam, ainda mais de bicicleta depois de pedalar morro acima duas Serras de chão batido.

Quando chegamos no Mirante da Serra resolvemos fazer uma parada rápida e descer. Descemos, passamos a entrada do Quiriri, o Salão do Rio da Prata, as tradicionais pastelarias da beira da rodovia e quando olhei para trás para passar não passar na passarela da ponte do Rio Fleite, passei em cima de um pedaço de chapa de ferro arrombou o pneu traseiro e claro a camara também, esvaziando rápido. Então pulei fora da bike e já virei ela sacando o rodado para trocar a camara de ar. O pit stop foi um sucesso com dois amigos especialistas em trocas de pneus ajudando, perdemos apenas pouco mais de 15 minutos.




Em seguida estavamos na centenária Casa Krieger no trevo de Pirabeiraba, onde fizemos a foto de encerramento oficial e as despedidas, pois o Jefo seguiu por dcentro da cidade e eu e Cabelo continuamos pelo Playground BR 101, onde o bagulho flui! Nossa intenção era fazer nossa despedida somente depois de subir o morro da Otto Kardefel e ele entrou para ir para o Anita Garibaldi e eu continuei até o Copacabana.
Cheguei em casa super contente, mas parece que faltava alguma coisa, afinal quando essa Trup sai para pedalar só chegamos tarde da noite...



Foi isso então, podemos dizer que foi mais um Perfect Day e um pedacinho da Perfect Nigth.
Quero pedir a todos uma Salva de Palmas para o Carinha que teve essa Brilhante idéia!!!
Obrigado aos amigos incríveis Deivi e Jeferson por mais uma conquista de superação e como dizia o Sidnei (meu cunhado) da extinta Equipe Pedra Branca:

"O PIOR CAMINHO É NOSSA MELHOR AVENTURA"

Aquele Abraço e até a breve próxima!
Não esqueçam de acessar o Blog o Cabelo: http://pedaldocabelo.blogspot.com.br/
Jefo: http://atitudejoinville.blogspot.com.br/
Tem muitas fotos diferentes e relatos com seus pontos de vista.

6 comentários:

  1. Isso ai Maneca, foi realmente uma ótima aventura com ótimas pessoas e ótimas imagens. Espero que momentos assim se repitam muitas vezes, mas de preferencia com menos subidas.. hehehe
    Abs e ateh a próxima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não podemos parar nunca! Semana que vem tem mais! Até lá.

      Excluir
  2. Mais um passeio no currículo e o blog vai aumentando. Desafios diferentes, amizades novas e as aventuras continuam. Obrigado por mais essa aventura e pela companhia. Vamos planejar mais alguns desafios de bike e pela frente também tem algumas corridinhas. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedalar e correr nos deixa com muita vontade de viver a vida de forma intensa. Mas o que realmente importa e motiva, é a sua companhia e do Cabelo doido! Até a próxima.

      Excluir
  3. Esse é um trajeto que eu vejo muita gente fazer na descida, mas poucos se desafiam a subir, excelente pedal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aê Rodrigo, faltou você nesse pedalzinho....

      Excluir